O que é a Composable Infrastructure?

Em uma Composable Infrastructure, os recursos de computação, armazenamento e rede são abstraídos de seus locais físicos e podem ser gerenciados por software, através de uma interface baseada na Web. A Composable Infrastructure deixa os recursos de data center tão imediatamente disponíveis quanto os serviços de nuvem, constituindo a base das soluções de nuvem privada e híbrida.

Por que adotar a Composable Infrastructure?

Além da estabilidade, os departamentos de TI modernos precisam oferecer agilidade ou a capacidade para atender às novas demandas de negócios de imediato. A TI tradicional normalmente se concentra em “deixar tudo funcionando”, ao mesmo tempo que minimiza os custos, mas a TI moderna também precisa conseguir uma alta velocidade operacional, permitindo, à empresa, oferecer rapidamente novos produtos e serviços ao mercado.

As soluções de infraestrutura tradicionais existem desde antes da virtualização e precisarão de novos servidores físicos e soluções personalizadas de rede e armazenamento, para suportar os novos aplicativos. Nesse modelo, você frequentemente precisa criar silos de infraestrutura, para suportar cargas de trabalho diferentes, aumentando o custo e a complexidade do seu data center.

A Composable Infrastructure elimina a necessidade de ambientes específicos para cargas de trabalho, além de oferecer um conjunto fluído de recursos que podem ser combinados dinamicamente, para atender às necessidades exclusivas de qualquer aplicativo. Ela oferece o melhor desempenho de aplicativo possível, reduz a subutilização e o provisionamento em excesso e cria um data center mais ágil e econômico. Com a Composable Infrastructure, a TI pode provisionar uma infraestrutura no local tão rápida e tranquilamente quanto é possível adquirir e implantar recursos de nuvem pública. 

Ao contrário de outras soluções de infraestrutura simplificada, como infraestrutura convergente e hiperconvergente, a Composable Infrastructure oferece, à TI, a capacidade de manter as cargas de trabalho físicas dentro do mesmíssimo ambiente que suporta cargas de trabalho virtuais e baseadas em contêiner.

Quais são os benefícios da Composable Infrastructure para os negócios?

Uma infraestrutura que pode ser provisionada imediatamente, com inteligência definida por software, permite o desempenho ideal do aplicativo. Agrupar os recursos em pools lógicos reduz a subutilização e o provisionamento em excesso e cria um data center mais ágil e econômico. Uma interface de gerenciamento unificada integra a infraestrutura e as operações que antes ficavam em silos e permite oferecer a TI como um serviço, habilitando a adoção de práticas modernas de Desenvolvimento e operações por organizações com aplicativos legados críticos que precisam permanecer no local.

Quando usar a Composable Infrastructure?

A Composable Infrastructure pode ser usada, com eficiência, em várias circunstâncias, mas ela é particularmente útil quando você precisa executar aplicativos em bare metal, e não na infraestrutura virtualizada.

Terminologia-chave da Composable Infrastructure

  • Bare metal (“diretamente no metal”): Refere-se a um disco rígido sem qualquer camada de software ou sistema operacional. Os “aplicativos bare metal” rodam diretamente no hardware e precisam se adaptar aos aspectos específicos desse hardware. Os “servidores bare metal” não são virtualizados ou compartilhados por várias entidades, sendo servidores tradicionais, dedicados, de um só locatário. Os aplicativos de negócios e sistemas legados frequentemente funcionam em bare metal, e os custos de migração, as preocupações de desempenho e os requisitos legais costumam fazer as empresas pensarem que é melhor deixá-los lá mesmo.
  • Contêiner: Os contêineres de aplicativos são ambientes leves de tempo de execução que oferecem, aos aplicativos, os arquivos, as variáveis e as bibliotecas de que eles precisam para funcionar, maximizando sua portabilidade. Diferente das máquinas virtuais, os contêineres usam o sistema operacional (SO) do host, em vez de trazerem um sistema próprio.
  • Pools de recursos fluidos: Os recursos de computação, armazenamento e rede tornam-se fluidos quando são separados da infraestrutura física subjacente e ficam independentes um do outro.
  • Hipervisor: Um hipervisor pode ser um software, firmware ou hardware. Seja qual for a forma, ele serve como um “monitor de máquina virtual” (VMM) e é uma camada que abstrai os recursos do hardware e cria máquinas virtuais que executam sistemas operacionais e aplicativos.
  • Infraestrutura como código: A Composable Infrastructure permite provisionar os recursos computacionais com código, eliminando a necessidade de configurar fisicamente o hardware de acordo as necessidades de aplicativos novos ou atualizados.
  • Silo de TI: Quando os aplicativos funcionam em uma infraestrutura dedicada, eles ficam presos em “silos de TI” que não podem ser facilmente escalados ou gerenciados.
  • Aplicativos críticos para o negócio: Muitos aplicativos de negócios legados são de missão crítica, ou seja, são tão fundamentais para as operações de negócios que qualquer indisponibilidade afeta em grande parte o desempenho esperado, o que impacta diretamente a receita ou outros resultados críticos. É comum que aplicativos críticos para o negócio sejam executados em servidores dedicados.
  • Inteligência definida por software: Para implantar a infraestrutura rapidamente, um número cada vez maior de organizações está procurando tratar a infraestrutura como software. Isso permite fazer implantação, controle de versão e desativação dessa infraestrutura da mesma forma que gerenciam o software que elas desenvolveram. Essa camada de software comum e poderosa então se torna uma camada de abstração completa, configurável e programável para todos os recursos do data center.
  • Infraestrutura sem estado: No modelo de Composable Infrastructure, até os aplicativos que funcionam diretamente na infraestrutura física são sem estado, pois eles são controlados por software e podem ser movidos à vontade.

Soluções de Composable Infrastructure HPE

HPE Synergy

HPE Synergy

Você terá eficiência e controle e poderá implantar recursos de TI rapidamente, para qualquer carga de trabalho, por meio de uma interface única, com esta poderosa solução definida por software.

Saiba mais

HPE OneView

HPE OneView

Implante a infraestrutura mais rapidamente, simplifique as operações de ciclo de vida e melhore a produtividade, com uma abordagem inovadora do gerenciamento de infraestrutura, com base em uma inteligência definida por software.

Saiba mais

HPE OneSphere

HPE OneSphere

Forneça alocação sob demanda de recursos, ambientes operacionais e aplicativos em toda a TI, com uma arquitetura unificada e uma nova abordagem para o gerenciamento de TI híbrida.

Saiba mais

Fale conosco

Saiba mais sobre as soluções de Composable Infrastructure da HPE

Recursos

Infográfico : Como a Composable Infrastructure pode ajudar seus negócios

Infográfico

A Composable Infrastructure transforma a infraestrutura de TI em um utilitário.

Infográfico : O que é a Composable Infrastructure?

Infográfico

A Composable Infrastructure transforma a infraestrutura de TI em um utilitário.

Infográfico : Como você se beneficiará da Composable Infrastructure

Infográfico

Conforme as empresas avançam em sua jornada rumo à transformação digital, a função da TI muda.

Infográfico : Por que você precisa da Composable Infrastructure

Infográfico

As empresas modernas estão colocando uma pressão extra na TI como um diferencial competitivo.

Relatórios de analistas : Quantificando a ineficiência do data center: Argumentos a favor da Composable Infrastructure

Relatórios de analistas | PDF | 931 KB

Praticamente todos os data centers, em TI empresarial, apresentam alguma ineficiência. Veja como soluções, como o HPE Synergy, podem ajudar a otimizar suas operações de TI, para que sua empresa tenha sucesso na economia das ideias.