Banco de dados de nuvem

O que é um banco de dados de nuvem?

Um banco de dados de nuvem é uma coleção de informações que reside em uma plataforma de infraestrutura de nuvem. Um banco de dados de nuvem não é funcionalmente diferente de um banco de dados no local; a única diferença é a sua localização.

Por que as empresas migram para um banco de dados de nuvem?

Os dados em um banco de dados de nuvem são distribuídos em vários servidores e localizações, onde podem ser acessados, consultados ou modificados de qualquer lugar. Ao utilizarem a nuvem, operações de Big Data são capazes de aproveitar velocidade e flexibilidade maiores fornecidas pela arquitetura de nuvem.

Como um banco de dados de nuvem altera o acesso aos dados?

Para o usuário ou o aplicativo, as informações parecem idênticas às de um banco de dados no local ou hospedado localmente. No entanto, a velocidade com a qual os dados podem ser usados ou interpolados torna-se aparente – especialmente com as enormes quantidades de dados usados nas empresas hoje em dia.

Quais são os benefícios de migrar para um banco de dados de nuvem?

Bancos de dados de nuvem possuem várias vantagens em relação aos tradicionais bancos de dados no local. Com um banco de dados de nuvem, as empresas podem acomodar as crescentes necessidades de gerenciamento de dados sem aumentar a infraestrutura. Elas também podem manipular os dados rapidamente – dividindo, entregando e movendo seus dados com eficiência com maior proximidade aos usuários. Os benefícios a seguir também fazem dos bancos de dados de nuvem uma solução poderosa.

Velocidade de tráfego: Grandes redes de usuários móveis e dispositivos remotos criam enormes volumes de dados de aplicativos e engajamento. Isso pode tornar o gerenciamento da disponibilidade e da expansão difícil e demorado para um banco de dados tradicional, já que os bancos de dados tradicionais requerem que as atualizações sejam executadas por um banco de dados “mestre” central. Ao forçar todas as atividades através desse gargalo, o desempenho sofre e pode até mesmo parar se a conexão ao banco de dados mestre ficar comprometida.

Fácil acesso: Assim como qualquer outro ativo na nuvem, os usuários podem acessar o banco de dados de qualquer lugar, a qualquer momento, usando qualquer dispositivo. Essa simples conectividade envia consultas de dados com mais eficiência do que o acesso à LAN tradicional, que requer um número limitado de opções.

Elasticidade: Quando o volume de dados aumenta rapidamente, um banco de dados de nuvem pode expandir a capacidade conforme a necessidade. Esse tipo de capacidade de expansão não é possível em um banco de dados tradicional, que requer monitoramento e ajustes feitos por um membro da equipe interna.

Recuperação: Não importa qual seja a interrupção – clima, falha de equipamento, falta de energia – os bancos de dados de nuvem fazem backup das informações hospedadas por meio de servidores remotos. Isso mantém as informações seguras e disponíveis assim que os usuários retomam o acesso à Internet.

Alcance: Os bancos de dados de nuvem podem gerenciar seus dados e enviar solicitações em qualquer lugar do mundo sem implantar um middleware dependente. Um banco de dados com base em nuvem híbrida essencialmente coleta, replica, entrega e leva seus dados para a borda sem nenhuma intervenção do usuário. Além disso, o banco de dados de nuvem híbrida pode conectar aplicativos diretamente ao seu banco de dados.

Segurança: Com um banco de dados de nuvem, você obtém um ambiente mais seguro para seus dados, porque os servidores de nuvem ficam em depósitos fortemente protegidos fora do local, isolados de usuários internos e externos. Além disso, os próprios dados são criptografados, tornando a invasão de criminosos mais difícil.

Quais são os tipos de banco de dados de nuvem?

Os relatórios de mercado mais recentes indicam que se espera que os mercados de DBaaS e banco de dados de nuvem dos EUA cresçam significativamente até 2026. A crescente demanda por gerenciamento automatizado do banco de dados de nuvem vem de setores como BFSI e saúde – e da segura e sofisticada infraestrutura de TI tecnológica existente no país.

No entanto, ainda há apenas dois modelos para a implantação de bancos de dados de nuvem que dominam o mercado: independente e banco de dados como serviço.

Banco de dados independente

Um banco de dados independente é um no qual um usuário opera sozinho diretamente por meio de uma imagem de máquina virtual localizada na nuvem. Esse é o modelo de preferência para empresas que possuem uma equipe de TI robusta com a largura de banda para manter a infraestrutura subjacente, a integridade dos dados e a segurança. Operar o seu próprio banco de dados de nuvem permite que você reduza os custos operacionais enquanto ainda mantém o controle completo do gerenciamento dos dados.

DBaaS

O DBaaS, por outro lado, é operado por um fornecedor terceirizado que lida com todas as tarefas de gerenciamento, manutenção e segurança. Isso inclui gerenciar a capacidade de expansão e a disponibilidade para usuários que acessam o banco de dados simultaneamente.

Com o DBaaS, o fornecedor gerencia as necessidades de uso intenso de dados dos desenvolvedores de aplicativos, cientistas de dados, arquitetos de TI e analistas que precisam de um desempenho imediato e consistente. Além disso, os usuários transferem as tarefas de controle de acesso e criptografia de ponta a ponta, além de atenderem aos requisitos de privacidade para conformidade com normas como a GDPR.

Soluções de banco de dados de nuvem

Essencialmente, há duas soluções diferentes para se manter um banco de dados em uma nuvem – os modelos de linguagem de consulta estruturada (SQL) “relacionais” e os modelos de NoSQL “não relacionais”, cada um com seus respectivos pontos fortes. 

modelo de SQL é escolhido por desenvolvedores e administradores para rapidamente acessarem, consultarem e gravarem no banco de dados. Praticamente todas as funções – quer seja enviando e recebendo ou manipulando bancos de dados – podem ser feitas na linguagem de programação SQL. Por fim, o modelo de SQL fornece vantagens para manipulação de dados e como uma ferramenta de Inteligência empresarial.

Como alternativa, o modelo de NoSQL não relacional pode armazenar tanto dados estruturados quanto não estruturados. Um banco de dados NoSQL é capaz de lidar com grandes volumes de dados com alta velocidade e aproveita completamente a estrutura da nuvem, oferecendo tempo de inatividade quase zero. A meta para a criação dessa solução é que seja expansível e mais fácil de trabalhar para administradores.

Como você faz para migrar seu banco de dados para a nuvem?

Assim como com qualquer migração de nuvem, levar seus bancos de dados para a nuvem estará melhor posicionado para o sucesso com um planejamento antecipado inteligente e iterativo. Avalie seu ambiente de dados, seus riscos e desafios atuais e quais obstáculos podem estar no caminho. Além disso, assegure-se de que os bancos de dados que precisam permanecer no local para fins de segurança ou conformidade não estejam sendo migrados. Criar uma validação do conceito ajudará a demonstrar os possíveis desafios e riscos à medida que você lida com o processo de migração.

Há ferramentas de ETL (extração, transformação e carga) disponíveis para sua equipe que podem automatizar as tarefas redundantes que desaceleram o processo de migração. Elas também podem remover informações de identificação pessoal e detectar erros à medida que os dados são carregados no ambiente de nuvem. Revisar e limpar os dados antes de carregá-los na nuvem é a oportunidade perfeita para fornecer um ambiente limpo para se trabalhar. Esse pode ser um processo demorado, mas é importante que, uma vez transferidos para o novo ambiente, todos os dados estejam em conformidade com sua governança de TI.

Dependendo da quantidade e do tamanho do banco de dados de uma empresa, o tempo de carregamento inicial para a nuvem pode levar dias para ser finalizado. Depois disso, ele deve ser verificado novamente quanto a ser válido, preciso e completo. Uma das últimas etapas é migrar seus privilégios e preferências de segurança. Embora o provedor de nuvem seja responsável pela segurança do ambiente, a empresa é responsável pela integridade dos dados dentro dele.

A migração de nuvem é um processo longo e ocasionalmente de tentativa. Mas com planejamento inteligente, preparação e pontos de verificação frequentes ao longo da jornada, manter a integridade de seus dados e de sua empresa não precisa ser difícil.

Soluções de banco de dados de nuvem da HPE

Em muitas empresas, os bancos de dados de alto desempenho são suportados por uma infraestrutura tradicional. No entanto, as operações de data center em silos criam grandes desafios para o gerenciamento do banco de dados de sua equipe de TI. Gerenciar cargas de trabalho segregadas resulta em processos manuais pesados, altos custos de manutenção, proliferação de bancos de dados e maior risco para a segurança. A plataforma da borda à nuvem HPE GreenLake oferece várias opções para aliviar esses problemas.

O HPE GreenLake com Nutanix Era para bancos de dados oferece operações de banco de dados simplificadas no local, tornando a implantação e o gerenciamento de bancos de dados tão fáceis quanto um simples clique. Com base em sua escolha de tecnologia de referência HPE, consolide suas cargas de trabalho segregadas em uma plataforma de gerenciamento única e simplificada que permite provisionar, clonar, corrigir, atualizar e fazer backup de seu banco de dados em apenas alguns minutos.

O HPE GreenLake para SAP HANA oferece uma infraestrutura certificada pela SAP® com suas opções de configurações – dispositivo ou TDI, sistema operacional e serviços incluídos – para atender aos seus objetivos de disponibilidade, desempenho e carga de trabalho. Você também pode aproveitar os recursos da nuvem, ao mesmo tempo que mantém o ambiente SAP no local, facilitando a mudança para SAP S/4HANA® com a edição do cliente do SAP HANA Enterprise Cloud fornecida com o HPE GreenLake.

Com o HPE GreenLake, você também pode simplificar sua experiência com uma plataforma de banco de dados de código aberto com EDB Postgres, reduzindo substancialmente o custo total de propriedade. A plataforma EDB Postgres oferece os recursos empresariais necessários para gerenciar dados multimodelo estruturados e não estruturados, conectar-se com os sistemas existentes e implantar rapidamente em vários ambientes. Além disso, é a primeira plataforma integrada de gerenciamento de dados operacionais baseada em código aberto a reunir todos os componentes necessários para gerenciar dados estruturados e não estruturados em um modelo federado.

O HPE GreenLake para Microsoft SQL Server é uma solução de plataforma como serviço otimizada para cargas de trabalho que oferece um menor tempo até obtenção de valor com uma experiência de nuvem de regime turnkey no local. As soluções, em configurações predeterminadas, foram desenvolvidas com o objetivo de entregar níveis de disponibilidade, desempenho, funcionalidade e custo para atender a várias necessidades.