Remodelando a TI com soluções de nuvem

Nos últimos anos, temos acompanhado o crescimento rápido da computação em nuvem. De pequenas startups que estão criando aplicativos nativos da nuvem até grandes corporações migrando suas operações de TI para a nuvem, os recursos de computação virtualizada e os preços do pagamento conforme o uso estão remodelando rapidamente as práticas de TI.

Pública, privada ou híbrida?

A computação em nuvem pública não é a melhor opção para todas as cargas de trabalho. Os padrões de conformidade podem exigir que determinadas funções fiquem confinadas em data centers privados.

Equilibre os custos

Embora os preços do pagamento conforme o uso sejam uma vantagem, em alguns casos, a nuvem pública pode ser, de fato, mais cara do que as soluções internas. 

Como otimizar a sua nuvem

Para maximizar a flexibilidade e a eficiência e, ao mesmo tempo, reduzir custos, muitas organizações optam pela nuvem particular ou pela computação em nuvem híbrida.

Computação em nuvem híbrida e particular

Estruture seu data center dedicado para que ele funcione exatamente como uma nuvem pública, com recursos de computação virtualizada que consistem na capacidade compartilhada de diversas máquinas. Crie uma solução de nuvem híbrida integrando a nuvem pública, para aumentar a capacidade e reduzir os custos.

Sucesso em ação
Logotipo da Magellan Robotech

A Magellan Robotech usa o HPE OneSphere

O HPE OneSphere permitiu que a Magellan Robotech agilizasse suas operações e oferecesse um suporte melhor aos seus clientes.

Desafio

A Magellan Robotech precisava agilizar o acesso aos recursos multicloud, para acompanhar o ritmo das demandas do mercado.

Solução

O HPE OneSphere acelerou o desenvolvimento, os testes e a chegada ao mercado dos aplicativos.

“O HPE OneSphere possibilita a autocapacitação. Ele suporta nossas pilhas de aplicativos legados, atuais e futuros”.

Graham Banner, chefe de Operações de TI da Magellan Robotech

Resultado

Com o OneSphere, a Magellan conseguiu ter insights imediatos de seus ambientes, monitorar custos e implantar aplicativos com mais rapidez.

Assista ao vídeo