O software HPE Intelligent Management Center (IMC) Quality of Service Manager (QoS) aumenta a visibilidade e o controle sobre as configurações do QoS nos dispositivos de rede e ajuda os administradores a se concentrarem no planejamento do serviço e na otimização dos recursos de rede, oferecendo um conjunto avançado de funções de gerenciamento de dispositivos e configurações. O software IMC QoS permite que os administradores organizem o tráfego em diferentes classes, com base na configuração de critérios de correspondência e para oferecer serviços diferenciados, a fim de otimizar o tráfego e alocar os recursos da rede.

Quais são as novidades

  • Maior gerenciamento de largura de banda, pois os administradores de rede podem organizar o tráfego de rede.
  • Visibilidade aprimorada e controle sobre QoS nos dispositivos de rede.
  • Poderosa realocação de recursos de rede devido à utilização da largura de banda.
  • Imagem visual da utilização da largura de banda e do uso de tráfego aplicativo.

Recursos

Permite o controle sobre o tráfego para melhor alocação de recursos de rede

O software HPE IMC Quality of Service (QoS) ajuda no gerenciamento de tráfego por toda a rede, para maior alocação de recursos e otimização de tráfego.

Os administradores de rede podem definir o tráfego de políticas de classificação em que o tráfego é regulamentado com certas regras, como endereço de origem, protocolo IP ou o número da porta do aplicativo para que os recursos da rede possam ser alocados de maneira lógica.

Melhore o fluxo do tráfego de rede, criando políticas de QoS

O software HPE IMC Quality of Service (QoS) ajuda os administradores a entender o modelo de tráfego de rede.

Os administradores de rede podem aproveitar o analisador de tráfego de rede para criar uma política de QoS (quality of service, qualidade de serviço) em toda a rede completa.

Configurar dispositivos com QoS Manager

O software de qualidade de serviço (QoS) do HPE IMC (IMC) automaticamente realiza backups de configuração de dispositivo, oferecendo uniformidade.

Os dispositivos de rede podem ser padronizados e gerenciados uniformemente, pois as configurações de inicialização podem ser comparadas em relação às configurações em execução.